5 Razões & 1/2 Para Ver… ‘Little Miss Sunshine’ (2006) – Repost

Aviso: Todos os posts que contenham ‘Repost’ no nome, tal como o nome indica, significa que foram posts já feitos no site antigo, ou apenas foram postados em forma de imagem na rede social Instagram. Podendo haver algumas alterações/melhorias aos posts originais.


Rating: 4 out of 5.

Título: Little Miss Sunshine
Ano de Lançamento: 2006
Género: Drama, Comédia Dramática.
Realizador: Valerie Faris, Jonathan Dayton
Escrito por: Michael Arndt
Elenco Principal: Abigail Breslin, Alan Arkin, Greg Kinnear, Paul Dano, Toni Collette, Steve Carell. 


O filme de hoje é um filme muito bom para o coração.
Não, não vou dizer o título deste filme em Português, pois basicamente se trata de um enorme spoiler! Uma família completamente louca (ou seja, completamente normal) decide ir numa viagem até à California para que a sua filha vá ao concurso de beleza ‘Little Miss Sunshine’. Parece uma narrativa bem simples, não é? Na verdade, está muito longe de o ser.

Vamos às razões para ver?

1 – Relações

Às vezes as relações sociais são bastante complicadas, mas ainda se tornam piores quando de família se trata, pois algumas deixam-nos mesmo à beira de um ataque de nervos e esta família em específico não é diferente de qualquer outra família como as nossas ou a do vizinho do lado, de cima ou de baixo.

2 – Sermos diferentes

A coragem de sermos diferentes é muito importante, mas claro que em criança é sempre mais fácil mas o melhor é termos sempre coragem para sermos nós próprios. Este filme mostra-nos exatamente a inocência que é ser criança e ter a capacidade de conseguirmos ser nós próprios sem nos apercebermos dos olhares de julgamento.

3 – Narrativa

A narrativa deste filme é muito original, tocando em bastantes pontos importantes, como a família, as doenças mentais, a homossexualidade e tudo isto se interliga de uma forma natural ao mesmo tempo que nos é explicado tudo, exemplificando o preconceito de tantos destes delicados temas.

4 – Viagens

Quem nunca teve uma viagem atribulada em família que atire a primeira pedra… Desde escolhas de música, paragens inesperadas, acidentes, enjoos, imaginem vocês… É realmente uma aventura enorme viajar em família e este ponto que é a viagem em si, é onde a maior parte da ação decorre, durante a viagem e com todas as peripécias a ela associadas.

5 – Relação Avô e Neta

Simplesmente adoro a relação entre o avô e a netinha neste filme, é uma relação tão engraçada e incrivelmente divertida (exatamente como devem ser estas relações). Esta relação permite a este avô sentir-se muito mais jovem e muito mais perto da idade dos seus netos. Esta relação está presente num dos momentos mais emotivos desta viagem e torna-se em algo sempre presente até ao final deste filme.

½ – Tempo Familiar

Já referi esta ½ razão noutra obra falada nesta rubrica, mas esta também se encaixa perfeitamente no conceito de ser visto em família. É um filme bastante quentinho e positivo para o nosso coração (como disse no inicio deste post) e se visto em família ainda será melhor para o nosso astral.

Espero que tenham gostado!
Não se esqueçam de seguir as redes sociais do projeto aqui!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s