Entrevista a Ana Moreira – Representa todas as mães em ‘Sombra’.

Advertisements
Em www.bertrand.pt

O filme Sombra, que retrata o caso de Rui Pedro e não só, assume a sua base nesse caso e daí parte para muitas outras histórias de crianças que desapareceram e o que aconteceu aos pais destroçados e esperançosos que algum dia possam voltar a ver os seus filhos. Como referi na crítica que fiz ao filme, achei que mais poderia ser dito/feito, parece que as minhas preces foram ouvidas e surgiu a série ‘Sombra – Uma Mãe Sabe’, que conta com 4 episódios de 45 minutos, transmitidos às quartas-feiras às 21h na RTP e fica disponível no mesmo dia pelas 12h na RTP Play. Hoje, dia 13 de julho é transmitido o terceiro episódio desta minissérie (excecionalmente às 22h) e isto traz-nos aqui a este lugar onde tudo acontecerá.

Ana Moreira interpreta Isabel que perdeu o filho Pedro de uma forma bastante misteriosa, o que torna isto ainda mais estranho é o facto de acontecer numa aldeia pacata. Esta interpretação tão sentida, tão crua e tão real valeu-lhe o Prémio Sophia de Melhor Atriz Principal.

ENTREVISTA A ANA MOREIRA


Erica Amaral (Tela Invisível) – à frente designada como EA: Queria, primeiramente, agradecer a disponibilidade para efetuar esta entrevista e começar por perguntar como foi a preparação deste papel, tendo em conta o mediatismo que este caso, em que o filme se baseia, teve na comunicação social portuguesa??

Ana Moreira – à frente designada como AM: Na verdade, o filme baseia-se em várias histórias reais que tive a oportunidade de conhecer ao falar com algumas mães de crianças desaparecidas. Ouvir os relatos reais de mulheres que sofreram na primeira pessoa o desaparecimento de um filho e como isso marcou para sempre a vida delas, foi muito importante para descobrir a minha personagem enquanto ser humano, mulher e mãe. A preparação para a personagem foi assim realizada através desse trabalho juntamente com os ensaios com todo o elenco e realizador.

EA: Como surgiu este projeto na sua vida?

AM: Este projecto surgiu através do realizador Bruno Gascon e da produtora Joana Domingues que um dia entraram directamente em contato comigo para falar sobre o filme e sobre a possibilidade de interpretar a personagem principal. Foi após algumas reuniões, leitura do guião e partilha de ideias que se decidiu que viria a fazer o filme Sombra e dar corpo e voz a esta personagem.


EA: O que significa vencer o prémio Sophia para melhor atriz, precisamente com este filme?

AM: É uma honra receber esta distinção por parte da Academia Portuguesa de Cinema. Sentir que o trabalho é reconhecido não só pelo público mas também pelos teus pares, pelas pessoas que também fazem cinema e sabem as dificuldades e a luta que é fazer cinema em Portugal é um elogio enorme.

EA: Acha que a minissérie pode vir a complementar bastante o filme, em que aspectos a minissérie pode vir a acrescentar ao filme?

AM: A minisérie é uma expansão do filme. Nesta minisérie de quatro episódios a narrativa é mais detalhada, as personagens são mais aprofundadas, há pormenores que no filme tiveram de ficar de fora e que aqui são revelados. Há muito para descobrir ou, para quem viu o filme, redescobrir com a minisérie.

EA: Por último, gostava de perguntar uma última questão: como foi conversar com Filomena Teixeira? O que é que essa conversa influenciou no encarnar da personagem de Isabel, porque suponho que tenha influenciado de alguma forma, certo?

AM: Conhecer e conversar com a Filomena Teixeira foi crucial e imprescindível para a construção da personagem. A oportunidade que tive de estar com ela, de a ouvir contar a sua história tão difícil e tão brutal foi um momento que nunca irei esquecer. E apesar de não querer colar-me à imagem da Filomena, é claro que a sua influência existe e creio que se vê e se reconhece isso no filme.

O meu enorme agradecimento, uma vez mais, à Ana Moreira pela disponibilidade prestada e à Caracol Studios que tornou tudo isto possível.


Espero que tenham gostado!
Não se esqueçam de seguir as redes sociais do projeto aqui!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.